A cada dia se acumulam as  evidências de que a presença de açúcar de adição (açúcar não encontrado naturalmente nos alimentos) na dieta está associada ao aumento do risco de várias doenças crônicas não transmissíveis, como por exemplo a diabetes e a obesidade. Por essa razão, as recomendações nutricionais da Organização Mundial da Saúde nos orientam a não consumir mais que 10% do total de calorias da dieta, de açúcares de adição, que em uma dieta de 2000kcal por exemplo, equivale a 20 gramas de açúcar por dia, ou seja, 1 colher de sopa rasa. Mas afinal, você sabe a quantidade de açúcar que está ingerindo todos os dias?

Muitas vezes não fazemos ideia da quantidade deste produto, escondido nos alimentos. Para ilustrar, montamos uma relação da quantidade de açúcar refinado em alguns dos alimentos mais consumidos popularmente, comparando-a com colheres de sopa, medida de fácil compreensão utilizada em nosso cotidiano. Veja a seguir:

Se compararmos essas quantidades, com o açúcar natural presente nos alimentos saudáveis, como as frutas, veremos que é muito grande a concentração deste ingrediente nas preparações processadas. É importante frisar, que não devemos considera-lo um vilão, e sim, moderar o seu consumo, optando fontes naturais sempre que possível, para promover um bom estado nutricional, minimizando os riscos de doenças crônicas não transmissíveis, e melhorando a qualidade de vida.