Argônio é um gás inerte e inodoro que tem como uma de suas características conduzir eletricidade melhor que o ar. Quando criamos um jato de gás argônio entre dois eletrodos ligados à uma fonte de energia elétrica este jato de gás se transforma em um arco voltaico, ou seja um mini raio elétrico que podemos controlar a intensidade e duração, este é o chamado bisturi de plasma de argônio.

Na medicina o bisturi de argônio tem múltiplos usos principalmente em cirurgias, ele permite cauterizar sangramentos difusos em tecidos delicados como fígado e baço.

Em cirurgia bariátrica pode ser usado para cauterizar a anastomose (emenda) entre o estômago reduzido e o intestino naqueles casos em que houve a dilatação com reganho de peso, isto é , é criada uma queimadura em toda circunferência da emenda que quando cicatriza causa a redução da passagem de comida com a consequente perda de peso.

No caso de sleeve, como não existe nenhuma emenda no intestino ou estômago o bisturi de plasma de Argônio não tem utilidade.

Lembrando sempre que em 90% dos casos de reganho de peso o problema está nos hábitos alimentares, não na cirurgia.